11
Maio
2016

TUPIX

A legislação a respeito de Pagamentos por Serviços Ambientais (PSA) no Brasil não é unificada permitindo que cada estado desenvolva suas próprias diretrizes referentes a criação e desenvolvimento de projetos de PSA.

Santa Catarina recentemente revisou sua legislação sobre PSA, flexibilizando a forma que iniciativas nessa área podem ser concebidas e mantidas. Devido à isso, e à importância de iniciativas de PSA para a conservação e regeneração do meio ambiente no Brasil, a Fundação Biosfera idealizou TUPIX, uma plataforma web que permite a comercialização de ativos ambientais de forma a permitir que indústrias e empresas compensem seu impacto ambiental de forma mais eficiente e simplificada.

TUPIX permite a eliminação de intermediários no processo de criação e manutenção de projetos de PSA, permitindo que parte do investimento gasto em etapas burocráticas e com intermediários (algumas vezes chegando a 65% dos custos) seja investido diretamente no projeto, aumentando a verba destinada à regeneração e conservação do meio ambiente. Tupix funciona de acordo com a oferta e a demanda, eliminando a maioria dos passos intermediários através da automatização dos cálculos e algoritmos de PSA, facilitando o comércio direto de certificados e créditos PSA sem a intervenção de terceiros. Desta forma, um volume maior de créditos de PSA é gerado para a comercialização quando comparado com os mecanismos atuais utilizados no Brasil pelo setor público para financiar projetos de PSA.

Outra característica de TUPIX, é o incentivo à compensação local, próxima de onde a degradação ocorreu, de forma a diminuir o impacto ambiental localmente e não em regiões onde é financeiramente mais interessante compensar. Com isto, aumenta-se o impacto positivo das compensações ambientais e distribui-se mais igualitariamente o mapa de iniciativas de PSA.

Você pode conhecer mais sobre a plataforma TUPIX clicando no link abaixo

Topo